Qual o melhor canal de distribuição (clientes) para vender seu hotel ?

Qual o melhor canal de distribuição (clientes) para vender seu hotel?

Estou chamando de canais de distribuição todos os meios que você utiliza para distribuir os preços do seu hotel, incluindo seu próprio site.

O que é melhor?

1. Ter a mais ampla abrangência nos canais de distribuição, mesmo sabendo que há canais mais rentáveis e outros menos, com o intuito de ocupar espaços do mercado?

2. Trabalhar apenas com os canais de distribuição com retorno mais rápido e lucrativo, deixando espaços de mercados inexplorados?

Muitos hotéis buscam essa resposta, mas na verdade não existe resposta correta, tudo vai depender da situação de cada hotel, situação esta, que pode variar diariamente. Recentemente, li diversos artigos e blogs sobre vantagens e desvantagens de vender em determinado canal de distribuição.
Estive durante anos comprando, ou seja, negociando com hoteleiros melhores condições tarifárias.
Quando participo de discussões sobre os canais de distribuição, sempre surge o comentário: Não podemos ser dependentes de determinados clientes. Tenho a seguinte reflexão: atualmente nenhuma cidade e/ou hotel estão tão bem a ponto de desprezar clientes. E fica a seguinte pergunta. Qual é a sua estratégia de distribuição?

O melhor cliente é aquele que compra e paga em dia, se o custo de distribuição dele, ou seja, a “famosa comissão” é alta, isso é outro ponto de discussão, se o cliente tem uma resposta mais rápida ou mais lenta, tudo isso faz parte da estratégia de vendas do seu hotel.
Hoje com tantas possibilidades de distribuição, o hoteleiro deve saber usar os canais de forma correta. Obviamente que em cada segmento tem alguns que se destacam por sua produtividade e é nesse ponto que devemos tomar cuidado. Seu hotel deve ter uma carteira de clientes equilibrada por segmento, ou seja, não adianta vender somente para uma agência corporativa ou para uma agencia online, por exemplo. Diversificar em cada segmento de distribuição é a maneira mais saudável de ter um faturamento com menos riscos.
Cuidado para não tornar-se refém dos seus clientes, o preço pode ser muito alto.

Boas vendas

Você já criou a sua marca pessoal?

Ao abordarmos esse tema você pode pensar:
Porque preciso de uma marca pessoal?
No mundo moderno todos nós podemos crescer profissionalmente ou até tornarmos um empresário de sucesso. A internet atrelado á um excelente relacionamento, trouxe oportunidades nunca antes vistas. Mas, apenas os melhores e diferenciados irão prosperar. Não adianta copiar ou tentar ser igual, porque as pessoas buscam pessoas e negócios diferentes. Criar uma marca pessoal é um diferencial e tanto para o sucesso.
Como construir a minha marca pessoal?
Algumas dicas que aprendi:
1. Acredite na sua capacidade : Se você não acreditar em sua capacidade profissional, fica difícil conseguir vender-se como um profissional diferenciado e confiante. É importante parar de se diminuir, e entender que você tem ótimas qualidades. Muitas pessoas vão tentar te desanimar ou até mesmo minar as suas capacidades, esqueça tudo isso e vá em frente, sua competência lhe permite.

2. Tenha personalidade – Isso é fundamental para construção da sua marca. Existem pessoas que se adequam de acordo com o ambiente mesmo quando discordam, esses são os famosos “políticos corporativos” , e se você é um executivo trabalhe pelo CNPJ e não para os CPF´s. Defenda sempre seu ponto de vista, isso não significa ser inflexível, se você perceber que esta errado é natural mudar de opinião.

3. Seja você mesmo e nunca tentar ser um ator (as pessoas irão perceber), não busque parecer ser, seja autêntico sempre, mesmo que as vezes você desagrade alguém. A autenticidade é fundamental para aumentar a sua credibilidade.

4.Seja honesto – Honestidade não existe meio termo, ou você é ou você não é honesto, isso é uma obrigação, portanto se você almeja construir uma marca pessoal será impossível conseguir agindo de forma desonesta.

5. Seja exclusivo (em alguma coisa) – Torne se referência em algo, para que você tenha uma marca pessoal forte, invista o que for necessário para ser muito bom em algo.

A verdade é clara, não existe sorte ou azar… O que existe é disposição para fazer, agir e com persistência chegar aos resultados. Existe um momento no qual você tem de saltar com confiança, ultrapassar a sua capacidade, jogar seu coração na frente, se lançar no espaço.

Depois alguém chega para você e diz que você é um sujeito de sorte, ou que você é maluco por ter tomado algumas decisões na sua vida. Sorte é o que sobra de dedicação, e esta se chama trabalho.

Acabo tendo certeza que àqueles que se posicionam como nossos inimigos não nos destroem, ao contrário, eles nos empurram para a vida, para a nossa vitória pessoal e profissional. Assim, grandes dificuldades podem se transformar em trampolim para o sucesso.
No decorrer da sua trajetória pessoal e profissional, podem tentar prejudicá-lo e/ou denigrir a sua imagem. Mas tudo o que você realizou e a construção da sua marca ninguém consegue destruir ou prejudicar.
Investir na sua marca pessoal, pode fazer uma grande diferença no futuro.